Geral

Alunos da Unisc são premiados no Set Universitário

30 de setembro de 2016
  • Por
    Luiza Adorna
  • Fonte
    Agência A4
  • Foto: Divulgação/Agência A4
    compartilhe essa matéria

    Dois trabalhos do Curso de Comunicação Social foram premiados nas categorias Videoclipe e Jornalismo Opinativo

    Ocorreu entre os dias 26 a 28 de setembro o 29ª Set Universitário, com o lema Pra quem é louco pelo o que faz, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Foram três dias de debates, oficinas e encontros com a presença de grandes profissionais do país e do mundo. Dentre mais de 1.300 trabalhos inscritos, dois do Curso de Comunicação Social da Unisc foram premiados nas categorias Videoclipe e Jornalismo Opinativo.

    O grupo formado por estudantes de Produção em Mídia Audiovisual (PMA), composto por Pâmela Lopes, Tainara Schmits, Henrique Tomazi e Eduardo Karsburg venceu na categoria Videoclipe. A produção foi feita para a disciplina de Edição e Montagem de Produtos Audiovisuais, ministrada pelo professor Gabriel Steindorff, em semestre 2016/1.  O clipe foi feito para a música Ainda sei tentar, da banda Reação em Cadeia.

    Pâmela Lopes, estudante do 6º semestre de PMA, conta que a ideia do videoclipe foi mostrar o trabalho dos Risoterapeutas, um grupo de palhaços voluntários de Santa Cruz do Sul que tem o riso como forma de medicamento. "Eles visitam hospitais e instituições com o intuito de levar alegria, atenção e sorrisos", explica Pâmela.  O videoclipe foi gravado na Associação de auxílio aos necessitados (Asan).

    “O clipe busca trazer justamente esse lance de se doar para o próximo. A gente espera, sempre, que na velhice estejamos com nossa família e amigos, mas às vezes para algumas pessoas não é assim. E o trabalho voluntário, como o dos Risoterapeutas, é fundamental para dar uma amenizada no sentimento de abandono (no caso da Asan). A gente quis passar uma mensagem mesmo, de 'fazer o bem sem olhar a quem', e acredito que conseguimos”, conta Pâmela.

    Ao ser questionada sobre a importância do prêmio para o grupo, a acadêmica comenta que muitas vezes os estudantes se perguntam se estão no curso certo, e ela acredita que esse prêmio foi uma resposta. “Como um 'sinal do universo' de que esse é o caminho. Foi uma honra representar a Unisc. Mas o mais legal é ver que a galera ficou feliz por nós. Nossos colegas de curso comemoraram junto com a gente e essa empatia é algo que o curso não ensina, faculdade nenhuma vai ensinar, sabe? A gente tá crescendo juntos no curso, aprendendo juntos. Esse lance de um apoiar o outro, de vibrar com a vitória do colega, é essencial", avalia Pâmela.

    Outra premiada na Mostra Competitiva Set Universitário Famecos 2016 foi Nicole Petry Rieger, estudante do 8º semestre de Jornalismo, na categoria Jornalismo Opinativo, com a reportagem sobre meninas que optam por não se depilar e o empoderamento exigido para tal atitude. O tema da matéria era “O ato de se amar”, e foi produzida para a edição 2016/2 do jornal-laboratório Unicom – que já acumula 13 prêmios em diferentes concursos -, sob orientação do professor Demétrio Soster. A diagramação foi feita por Karine Naue e Mônica da Cruz, inscritas como co-autoras.

    Conforme a autora, a reportagem retrata a dificuldade do amor próprio, de se empoderar enquanto mulher, e o quão difícil esse ato é. Ao perguntar-lhe sobre o quão importante foi este prêmio, Nicole afirma: “Ah, é bom demais ter a sensação de que 'valeu a pena'. Fazer faculdade não é fácil quando tu realmente te engaja no curso e nos estudos, e receber um prêmio assim é um incentivo gigante. Quase um abraço de conforto como 'olha menina, teu esforço tá valendo a pena'. O sentimento que fica é de estar no caminho certo”.