Geral

Último bloco do debate dos candidatos de Santa Cruz foi de considerações finais

28 de setembro de 2016
  • Por
    Cátia Kist
  • Fonte
    Portal Arauto
  • Foto: Portal Arauto/Letícia Dhiel
    compartilhe essa matéria

    Cada prefeiturável teve dois minutos para falar

    As considerações finais de cada candidato à Prefeitura de Santa Cruz foram ditas no último bloco do debate. Cada um teve dois minutos para falar. O debate da Arauto FM foi mediado pelo comunicador Maiquel Thessing. 

    Gerri Machado: Lamento a ausência do atual prefeito. Quero dizer que, nas eleições, temos cenários interessantes. O do PTB se apropria das obras que eu trouxe e parece que ele que fez tudo. A terra e o universo também. A do Fabiano acha que nada pode ser feito. Eu sou diferente dos dois e expresso a mudança, tenho projeto para a cidade  e 50% do meus ccs e secretariado será composto por mulheres.
     

    Fabiano Dupont: Agradeço a todos. Estamos representando cada parte da população. Nosso dever é debater e colocar ideias e propostas. Eu peço o voto porque me preparei a vida toda para fazer gerenciamento sem politicagem. Sou candidato simples, com proposta simples. Santa Cruz ainda não teve visão humana na prefeitura. É possível mudar.
     

    Afonso Schwengber: Tenho indignação de ver as coisas erradas e não poder resolver. Não tenho inimigos, eu tenho adversários. Os poderes todos são dominados pelos empresários. Ficou claro que eu teria que ser candidato. Os trabalhadores são a maioria e não participam. Sou candidato e domingo vamos dar um troco nos que votam contra nós em Brasília.
     

    Sérgio Moraes: É um prazer debater com vocês. Lamento que o Telmo não compareceu, fugindo do debate. Eu não tinha a intenção de debater na ausência dele e, como ele não estava, não pude debater. Estamos na reta final e peço apoio da comunidade que tenho maior apreço. Vamos rumo a vitória. Obrigada Arauto, estou honrado com o convite.