Geral

Lei de Drogas aumentou em 160% número de presos

24 de setembro de 2016
  • Por
    Guilherme da Silveira Bica
  • Fonte
    Agência Brasil
  • Foto: Divulgação
    compartilhe essa matéria

    No ano da criação da lei, 15% das pessoas que eram presas respondiam por crimes relacionados a drogas

    Criada em outubro de 2006, a Lei de Drogas aumentou o número de presos por crimes relacionados às drogas. No ano da promulgação da lei, 15% das pessoas que eram presas respondiam por crimes relacionados a drogas. Em 2014, esse número alcançou 28%, segundo números do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça (Depen/MJ). “Houve mais de 160% de aumento de 2006 a 2016 e os presos por tráfico, que antes eram em torno de 15%, hoje são 28%. Isso mostra o papel que a aplicação disfuncional da Lei de Drogas tem nesse processo de super-encarceramento”, disse Cristiano Maronna, advogado e vice-presidente do Instituto Brasileiro de Ciências Criminalísticas (IBCCrim) e secretário executivo da Plataforma Brasileira de Política de Drogas.

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, falou sobre o aumento das prisões no país em evento na tarde desta sexta-feira (23), em São Paulo. "Caminhamos para chegar, daqui a pouco, a 650 mil presos, campeonato que não gostaríamos de ganhar, colocando-nos como uma sociedade altamente repressiva. E metade desse contingente é de presos provisórios", disse ele durante sua palestra no evento, momento em que alguns espectadores exibiram faixas com os dizeres “Fora Temer”.

    Vídeos curtos