Polícia

Mais de 4 mil criminosos são presos em 8 meses no RS

16 de setembro de 2016
  • Por
    Cátia Kist
  • Fonte
    Assessoria de Comunicação da Brigada Militar
  • Foto: Leandro Osório/Especial Palácio Piratini
    compartilhe essa matéria

    Prisões ocorreram através da Operação Avante

    A Operação Avante, principal ofensiva da Brigada Militar contra o crime no Rio Grande do Sul, efetuou desde janeiro mais de quatro mil prisões, apreendeu 418 armas de fogo e recolheu cerca de R$ 400 mil sem procedência. As ações ocorrem em diversas regiões do estado, com mobilização diária e exclusiva de efetivo. Desde o final de agosto, a operação na capital tem o reforço de 136 policiais da Força Nacional de Segurança. 

    As abordagens policiais qualificadas identificaram 320 mil pessoas e fiscalizaram 162 mil veículos em barreiras móveis. Ao todo, 5.100 veículos foram autuados por infrações de trânsito e 2.565 recolhidos. Também também foram apreendidos 275 quilos de maconha, 24 quilos de cocaína, 19 quilos de crack, 12,2 mil munições, entre outros materiais. 

    O objetivo da Avante é a redução dos índices de criminalidade. De caráter permanente, promove o enfrentamento do crime por meio de ações preventivas qualificadas e repressivas com foco nos cinco grupos criminais priorizados: homicídio/latrocínio, roubo a pedestre, roubo a transporte coletivo, roubo a estabelecimento comercial e de ensino e roubo a veículo.

    A área de atuação definida concentra 80% do total de ocorrências dos alvos escolhidos, garantindo diminuição dos crimes e maior sensação de segurança. De acordo com o subcomandante-geral da BM, coronel Andreis Sílvio Dal'Lago, um dos destaques é o uso de tecnologias, tanto instaladas quanto embarcadas em aeronaves. "Helicópteros são utilizados como apoio operacional, inclusive em operações noturnas", destaca.