Região

Dezenas protestam por morte de cachorro em Candelária

29 de outubro de 2016
  • Por
    Guilherme da Silveira Bica
  • Fonte
    Portal Arauto
  • Foto: Divulgação
    compartilhe essa matéria

    Vestidos de preto, candelarienses pediram justiça pela morte de Pretinho

    A morte do cachorro Pretinho segue causando revolta na comunidade candelariense. Na tarde deste sábado (29), cerca de cem pessoas percorreram as ruas do município cobrando justiça pela morte do cão, que foi envenenado no dia 12 de setembro no Parque de Eventos Itamar Vezentini, em Candelária. Relembre o caso

    O acusado foi ouvido na Delegacia de Polícia de Candelária na segunda-feira (24). Ele vai responder por crimes de maus tratos aos animais, dentro da lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998.

    O xodó da comunidade

    O vira-lata de pelos pretos era o xodó da comunidade candelariense. Resgatado pela ONG SOS Bichos em maio deste ano após ser atropelado, ele morava no Parque de Eventos Itamar Vezentini. Segundo a voluntária Fabíola, no acidente, o órgão genital do animal ficou exposto, fazendo com que muitas pessoas o ignorassem, chutassem e até o chamassem de tarado. Ele ainda manteve um problema em uma das patas, que a deixava trêmula. Embora essas situações e dificuldades, Pretinho vivia com o apoio dos voluntários da ONG e de outros amantes dos animais que, sempre que podiam, levavam ração e água para ele. 

    Vídeos curtos