Geral

Estado abre sindicância para apurar rombo no Badesul

27 de setembro de 2016
  • Por
    Bruna Lovato
  • Fonte
    Governo do Estado RS
  • Foto: Nabor Goulart/Casa Civil
    compartilhe essa matéria

    Na tarde desta terça-feira, será realizada uma reunião para definir os critérios técnicos da comissão de sindicância

    Depois de reunir-se com representantes do governo do Estado na Casa Civil, nesta segunda-feira (26), a diretora-presidente do Badesul, Susana Kakuta, anunciou a constituição de uma sindicância para averiguar irregularidades na liberação de recursos pelo órgão de fomento. Em valores atualizados, o Badesul teve um rombo de R$ 140 milhões em apenas dois contratos de financiamento. 

    No encontro com o secretário-adjunto da Casa Civil, José Guilherme Kliemann, e com o procurador-geral do Estado, Euzébio Fernando Ruschel, ficou acertada a participação da Procuradoria na constituição do grupo que vai examinar o caso. 

    Na tarde desta terça-feira (27), será realizada uma reunião na PGE para definir os critérios técnicos que embasarão a constituição da comissão de sindicância. 

    O governo do Estado enfatiza a necessidade de apuração dos fatos para resguardar o patrimônio público e não medirá esforços, no âmbito de sua competência, para reaver os valores emprestados.

    Notícias relacionadas

    Vídeos curtos