Polícia

Polícia Federal pede prisão de Palocci por tempo indeterminado

30 de setembro de 2016
  • Por
    Bruna Lovato
  • Fonte
    G1
  • Foto: Divulgação
    compartilhe essa matéria

    A decisão cabe ao juiz Sérgio Moro

    A Polícia Federal (PF) pediu a conversão da prisão temporária do ex-ministro Antônio Palocci que vence nesta sexta-feira (30), para preventiva. Palocci foi preso na 35ª fase da Operação Lava Jato e está detido na carceragem da PF, em Curitiba. Até as 12h, o Ministério Público Federal (MPF) não tinha se manifestado sobre um eventual pedido de prorrogação das prisões por mais cinco dias ou a conversão para preventiva. A decisão cabe ao juiz Sérgio Moro.

    Palocci é suspeito de receber propina da Odebrecht para atuar em favor da empresa, entre 2006 e 2013, interferindo em decisões do governo federal. Ele teve R$ 814 mil bloqueados em três contas bancárias e mais R$ 30 milhões de sua empresa de consultoria, conforme informou o Banco Central à Justiça Federal na quarta-feira (28). Moro havia determinado o confisco de até R$ 128 milhões.