Geral

Rio Pardo em Foto começa dia 6 de outubro

29 de setembro de 2016
  • Por
    Luiza Adorna
  • Fonte
    Assessoria de Imprensa
  • Foto: Reprodução/Facebook
    compartilhe essa matéria

    Evento terá exposições fotográficas, bate-papo com o fotógrafo Danilo Christidis e oficina de fotografia

    Com o tema “Identidades”, a 4ª edição do Rio Pardo em Foto inicia nesta quinta-feira (06/10), às 18h30, com um bate-papo com o fotógrafo Danilo Christidis, no Auditório do Centro de Cultura de Rio Pardo (Rua Andrade Neves, 679). Neste ano, o evento reúne no local exposições fotográficas que retratam a miscigenação da formação cultural do povo brasileiro: "Os Guarani Mbyá", "O mundo é minha pátria: a migração haitiana e senegalesa no Brasil", "Vestígios", "Os intocáveis" e “Identidades de Rio Pardo”. Haverá, ainda, a oficina: "Fotografia para Iniciantes”, no dia 18 de outubro, com Samuel Reschke e Fábio Goulart, alunos do Curso de Fotografia da Unisc. A entrada é franca e tem vagas limitadas. Mais informações podem ser obtidas junto ao Sesc local (Rua Ernesto Alves, 1042), telefone (51) 3713-3222, no site www.sesc-rs.com.br/santa_cruz_do_sul e na página www.facebook.com/sescsantacruzdosul.

    A iniciativa tem realização do Sistema Fecomércio-RS/Sesc, em parceria com o Curso de Fotografia da Unisc, Centro Regional de Cultura de Rio Pardo e Prefeitura Municipal. Para definir o eixo curatorial do 4º Rio Pardo em Foto, o Sistema Fecomércio-RS/Sesc procurou evidenciar a diversidade de imagens, destacando as origens da estrutura social e cultural, bem como instigar a comunidade local para uma reflexão sobre sua própria identidade.

    As exposições "Os Guarani Mbyá", "O mundo é minha pátria: a migração haitiana e senegalesa no Brasil", "Vestígios", "Os intocáveis" e “Identidades de Rio Pardo” são distintas em seus processos de captação de imagens, origem, tempo e circunstâncias. Entretanto, possuem em comum elementos que traduzem a contemporaneidade, colocando em foco o debate sobre a territorialidade, herança cultural, miscigenação, migrações, aculturação, sobrevivência, preservação e o indivíduo. Além disso, procuram salientar a linguagem da fotografia e gradualmente identificar a cidade de Rio Pardo no cenário das artes visuais no Estado. Confira abaixo a programação completa e a descrição de cada exposição.

    Sobre o Sesc/RS – Em 2016, o Sesc comemora 70 anos no Brasil e, no Rio Grande do Sul, a Instituição pertencente ao Sistema Fecomércio-RS chega a estas sete décadas atuando em 100% dos municípios, promovendo o bem-estar social de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e de toda a comunidade. Todas as 497 cidades gaúchas recebem atividades sistemáticas em áreas como a saúde, esporte, lazer, cultura, cidadania, turismo e educação. Atualmente, a estrutura da Instituição conta com 43 Unidades Operacionais e 23 Balcões Sesc/Senac. Saiba mais em www.sesc-rs.com.br.

     

    Programação:

    06/10 (quinta-feira)

    Bate-papo “Identidades”, com o fotógrafo Danilo Christidis

    Horário: 18h30

    Local: Auditório do Centro de Cultura Rio Pardo (Rua Andrade Neves, 679)

    07/10 (sexta-feira)

    Abertura das exposições

    Horário: 19h30

    Local: Centro de Cultura Rio Pardo (Rua Andrade Neves, 679)

    18/10 (terça-feira)

    Oficina: "Fotografia para Iniciantes”

    Com Samuel Reschke e Fábio Goulart, alunos do Curso de Fotografia da Unisc

    Horário: 13h30 às 17h30

    Local: Auditório do Centro Regional de Cultura Rio Pardo (Rua Andrade Neves, 679)

    Notícias relacionadas

    Vídeos curtos