Geral

Granizo danifica videiras no Vale

28 de outubro de 2016
  • Por
    Lucas Miguel Batista
  • Fonte
    Jornal Arauto
  • Foto: Divulgação
    compartilhe essa matéria

    Perda é estimada em 70 mil quilos de uva. Agora, poda é realizada para que parte da produção seja colhida

    Além das lavouras de tabaco, o granizo de segunda-feira, dia 24, causou mais prejuízos à agricultura de Vale do Sol. Na localidade de Linha Herval de Baixo, onde está localizado o primeiro projeto de vitivinicultura em maior escala implantado no município – as Videiras do Vale – as perdas chegaram a 70 mil quilos da fruta, de acordo com o proprietário, Valdomiro Persch. O produtor conta que foram 35 minutos de granizo, danificando a plantação, que seria colhida ainda antes do Natal. “Acionamos os técnicos e chegamos à conclusão que a saída seria uma intervenção drástica: poda geral. Estamos com uma equipe de 12 pessoas na realização desta poda verde”, explica. “A poda das plantas está ocorrendo com dois principais motivos. Um deles é visando a recuperação para ainda esta safra e o segundo e mais importante é garantir ramos fortes para a produção do ano que vem”, complementa.

    Com o granizo do início da semana, a colheita da uva será adiada em pelo menos 45 dias, já que as plantas estavam recém brotadas e carregadas, segundo Persch. A estimativa do produtor é colher, a partir de meados de fevereiro, cerca de 40% daquilo que foi plantado. No momento dos ventos e do granizo, a funcionária Regina Teresinha Blank estava no local e conta que foram minutos de pavor. As pedras eram bem grandes. Deu para ver até no outro dia”, relata. Regina comenta ainda que nunca tinha visto tanto granizo.