Geral

Ciclone vai trazer ventos fortes para o Estado

26 de outubro de 2016
  • Por
    Letícia Tais Dhiel
  • Fonte
    MetSul Meteorologia
  • Foto: Reprodução MetSul Meteorologia
    compartilhe essa matéria

    Metsul alerta para prováveis transtornos como cortes localizados de luz e quedas de árvores

    O centro de baixa pressão que atravessa o Rio Grande do Sul na tarde e noite desta quarta-feira (26), deverá se aprofundar muito nesta quinta-feira (27) sobre o Atlântico ao Sul/Sudeste do Chuí, convertendo-se em ciclone extratropical (B). O sistema provocará muito vento no Uruguai e no Rio Grande do Sul nesta quinta. No país vizinho, as rajadas devem ficar entre 80 km/h e 100 km/h na maior parte da costa, contudo nos departamentos de Maldonado e Rocha algumas praias poderão ter rajadas de 100 km/h a 120 km/h, ocasionalmente superiores. O vento já se intensifica hoje à noite no Uruguai e será mais forte amanhã.

    No Rio Grande do Sul, o vento de Oeste a Sul ganha bastante força amanhã no decorrer do dia acompanhando o ingresso da forte massa de frio para o fim de outubro, esperando-se que supere os 50 km/h nas rajadas em todas as regiões. A área mais afetada por vento forte a intenso no Rio Grande do Sul deve ser o Litoral Sul, onde no trecho entre Rio Grande e o Chuí alguns pontos da costa podem ter rajadas de 100 km/h a 120 km/h. Porto Alegre deve ter rajadas de 70 km/h a 90 km/h na maioria dos bairros, superiores em alguns pontos como o Lago Guaíba. 

    Devido ao vento muito forte a intenso são prováveis transtornos como cortes localizados de luz e quedas de árvores. O Porto de Rio Grande do Sul deve ter operações afetadas. Em alto mar, não em terra, junto à costa gaúcha, o vento pode atingir 150 km/h ou mais na sexta e vai gerar uma forte agitação marítima com perigo para embarcações e provável ressaca do mar na orla, especialmente na sexta e sábado. Nos dois dias, as ondas podem até atingir alturas de 4 a 5 metros na orla gaúcha, maiores em alto mar. 

    Vídeos curtos