Região

Temporal destrói casa e lavouras em Vale do Sol

25 de outubro de 2016
  • Por
    Bruna Lovato
  • Fonte
    Portal Arauto
  • Foto: Juliano Jocemar Padilha/Divulgação Jornal Serrano
    compartilhe essa matéria

    Cultura mais atingida foi a do fumo

    O temporal registrado na noite desta segunda-feira (24) deixou prejuízos incalculáveis no município de Vale do Sol. O granizo, a chuva e os ventos devastaram lavouras inteiras em diversas localidades.

    Segundo o secretário municipal de Agricultura, Indústria e Comércio, Walmor Diehl, o temporal atingiu uma determinada faixa, na encosta do morro. “As lavouras mais atingidas foram as de fumo. Também foram registrados estragos em plantações de milho e feijão. Alguns produtores chegaram a perder toda a plantação de fumo”, comenta.

    As estradas e acessos às propriedades também foram afetados. A prefeitura realiza um mutirão para amenizar os problemas. “Ainda não temos como calcular os estragos. Somos solidários com os produtores e estamos fazendo o possível para ajudá-los”, salienta.

    Conforme Diehl, as localidades mais afetadas foram Linha Trombudo, Linha Três Cunhados, Linha Fischer, Fontes do Vale, Alto Trombudo, São José, Linha Bernardino, São Miguel e parte de Alto Castelhano.

    Casa destruída

    De acordo com informações do Jornal Serrano, por causa dos fortes ventos, uma propriedade situada em Linha Boa Esperança, foi atingida por árvores. Ninguém estava no local na hora do estrago.

    Prejuízos em Santa Cruz

    Em menos de 15 minutos de chuva intensa, Santa Cruz do Sul registrou 31 mm de precipitação. “É um acumulo muito alto para pouco tempo”, comenta o coordenador da Defesa Civil do município, tenente José Joaquim Dias Barbosa. Ele ressalta que o Arroio das Pedras, no Bairro Santa Vitória, transbordou e a água invadiu algumas casas. Já no Residencial Viver Bem, 15 residências ficaram alagadas, pois os bueiros não deram vazão. 

    Vídeos curtos