Polícia

Caso de bebê venâncio-airense que teve leite aplicado na veia será investigado pela Polícia Civil

24 de abril de 2024
  • Por
    Mônica da Cruz
  • Foto: Hospital Municipal de Novo Hamburgo/Divulgação
    compartilhe essa matéria

    Recém-nascido está internado na UTI neonatal do hospital do município

    O caso do bebê venâncio-airense que recebeu leite ao invés de soro na veia será investigado pela Polícia Civil. O erro aconteceu na última semana, no Hospital Municipal de Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

    Conforme o último boletim médico divulgado, o recém-nascido está internado em estado estável na UTI neonatal do hospital. A polícia deve, a partir de agora, ouvir os envolvidos, como a profissional responsável pela medicação, e analisar os prontuários e a ficha médica de atendimento. 

    Leia mais: Morador de Rio Pardo é detido após subir em telhados e causar transtornos em Venâncio Aires

    Segundo informações da família, o bebê teria nascido prematuro em Venâncio Aires, no dia 15 de março, e precisou ser transferido para a UTI neonatal mais próxima. No dia 18 de abril, a mãe do pequeno teria sido informada pela equipe médica a respeito do erro. 

    A técnica de enfermagem que teria realizado a aplicação foi afastada. O Hospital Municipal de Novo Hamburgo também emitiu uma nota sobre o ocorrido. "Imediatamente após o ocorrido, a família foi comunicada e todas as medidas assistenciais ao paciente e aos familiares estão sendo tomadas. A FSNH também informa que foi aberta uma sindicância para avaliar as circunstâncias técnicas relativas ao fato, e a profissional em questão foi afastada", informa um trecho. E complementa dizendo que "a Fundação de Saúde de Novo Hamburgo (FSNH) esclarece que o bebê vem apresentando melhoras consistentes desde os primeiros momentos após o corrido, na quinta-feira passada."

    Vídeos curtos