Polícia

Polícia Federal prende Guido Mantega em nova fase da Lava Jato

22 de setembro de 2016
  • Por
    Bruna Lovato
  • Fonte
    G1
  • Foto: Divulgação
    compartilhe essa matéria

    Ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi preso temporariamente hoje pela manhã

    A Operação Lava-Jato deflagrou, na manhã desta quinta-feira (22), uma nova fase. Trata-se da 34ª etapa da operação que investiga denúncias de corrupção na Petrobras. Policiais federais cumprem, desde as primeiras horas da manhã, mandados de busca e apreensão. O ex-ministro Guido Mantega foi preso temporariamente.

    A Polícia Federal foi até a casa de Guido Mantega e não encontro o ex-ministro. Mantega estava no hospital Albert Einstein, no Morumbi, Zona Sul de São Paulo, onde a mulher passa por uma cirurgia. Ele foi preso no hospital.

    A atual fase investiga fatos relacionados à contratação pela Petrobras de empresas para a construção de duas plataformas (P-67 e P70) para a exploração de petróleo na camada do pré-sal, as chamadas Floating Storage Offloanding (FSPO´s). Por meio de fraude do processo licitatório, corrupção de agentes públicos e repasses de recursos a agentes e partidos políticos responsáveis pelas indicações de cargos importantes da estatal, as empresas se associaram na forma de consórcio para obter os contratos de construção das duas plataformas muito embora não possuíssem experiência, estrutura ou preparo para tanto, segundo a PF.

    Os mandados são cumpridos em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia e Distrito Federal. Em São Paulo, há sete mandados de busca e apreensão, sendo um em Sorocaba, e dois de prisão.