Geral

“Eu vim aqui para defender o produtor rural”, diz ministro

20 de julho de 2016
  • Por
    Letícia Tais Dhiel
  • Fonte
    Arauto FM
  • Arauto FM/Luiza Adorna
    compartilhe essa matéria

    Para Blairo Maggi é através da agricultura o modo mais fácil do Brasil se recuperar da crise

    Blairo Maggi, ministro da agricultura, é um dos maiores plantadores de soja no estado. Mas, a cultura do tabaco ainda era desconhecida para ele. Ao visitar o Vale do Rio Pardo durante o dia de hoje, Maggi diz ter se surpreendido com as produções. "Eu vim aqui porque ouvi dizer que os produtores tomam banho de veneno todos os dias e, por isso, a atividade não poderia acontecer. Mas, eu vi outra realidade", relata o ministro. Maggi cita as outras formas de combate às pragas, como meio de alternativa e ainda relembra que, em outras culturas, o uso dos agrotóxicos também acontece.

    "Quem quiser fumar ou não fumar, o problema é de cada um. Se o Brasil e o mundo consome e fizemos uma venda legal, qual o problema da cultura?", questiona Maggi. Para ele, não é necessário acabar com a cultura e nem substituí-la. Aliás, ele ainda lembra que nem todos os agricultores vão querer modificar a realidade que vivem. "Qual produtor vai querer trocar uma renda de 10 por uma renda de dois", questiona. 

    Posicionamento sobre a cultura do tabaco

    De acordo com Blairo Maggi, ele já veio até a região com um posicionamento positivo sobre o setor da fumicultura. "Agora só saio ainda mais convito", fala. Com a proximidade da 7ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, o ministro deixa claro que ao invés de excluir, irá incluir.