Geral

Unisc lança Centro Socioambiental para centralizar ações regionais

15 de abril de 2024
  • Por
    Emily Lara
  • Fonte
    Portal Arauto e Assessoria de Imprensa
  • Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
    compartilhe essa matéria

    É a consolidação da universidade como referência nos temas ambientais, como a preservação e conservação dos recursos naturais

    Nos dias 22 e 23 de abril, durante o 1º Seminário Gaúcho de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) vai lançar o Centro Socioambiental Unisc, que tem como foco questões ambientais, como a preservação e conservação dos recursos naturais.

    Leia também: Motocicleta é abordada na RSC-287 e grupo é preso por tráfico de drogas

    O Centro é uma identidade que centraliza os projetos e ações desenvolvidos em parceria com órgãos públicos e empresas, voltados ao meio ambiente, e reúne os serviços nas áreas de Carbono, Saneamento, Recursos Hídricos, Clima, Educação Ambiental, Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), entre outros.

    Segundo o coordenador da Unisc Serviços, Paulo Theisen, a ideia da universidade é fazer com que todo os conhecimentos pesquisados por anos estejam disponíveis a todos, possibilitando uma comunicação maior com a sociedade. “Que a gente consiga abrir um canal de comunicação com a indústria, prefeituras, comunidade, para servir de apoio a projetos ambientais que mostrem a realidade ambiental que estamos tendo na atualidade, como secas, desastres ambientais, enchentes”, disse.

    Desde a criação dos primeiros cursos a Unisc, uma Universidade comunitária, está preocupada com o bem-estar da sociedade como um todo e em suas variadas dimensões. Assim, a busca de um meio ambiente equilibrado e sustentável faz parte da essência da Instituição. “Percebemos ao longo dos anos que o meio ambiente está em foco, considerando as mudanças climáticas, a derrubada de florestas, o aumento do consumo, entre outros impactos. Assim, diversas entidades e poder público têm nos procurado para executar iniciativas que busquem a manutenção dos recursos naturais, o que tem aumentado nossa carteira de projetos. Então, é o momento para mostrarmos nosso potencial e consolidar nossa imagem enquanto Instituição capacitada para esse fim”, diz Theisen.

    Dentre os projetos já em andamento estão: o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), Muda, revisão dos Planos de Saneamento Básico do Cisvale, Projeto Educação em Saúde Ambiental: Sustentabilidade e Qualidade de Vida,  identificação e recuperação de áreas degradadas na Bacia Hidrográfica do Rio Pardo – RS, diagnóstico de segurança hídrica em propriedades rurais do Vale do Rio Pardo e Canguçu/RS, elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos do Município de Restinga Seca, assessoria para elaboração de diagnóstico socioambiental de Harmonia/RS e assessoria para planejamento de macrodrenagem do Bairro Verena.

    Já o Seminário pretende promover o diálogo e a troca de experiências sobre o PSA como mecanismo estratégico para a revitalização de bacias hidrográficas e a sustentabilidade do abastecimento de água, sendo uma ferramenta amplamente reconhecida e consolidada para a preservação ambiental. O evento reunirá representantes de órgãos governamentais, instituições acadêmicas, empresas e comunidade local para discutir diferentes iniciativas de PSA no Estado. A programação inclui mesas redondas, palestras e debates sobre temas relevantes para o setor ambiental e de recursos hídricos.

    Programação do Seminário

    Dia 22 – Auditório Memorial da Unisc:

    • 8h: Credenciamento
    • 8h30min: Abertura
    • 9h: Mesa redonda 1 – O Pagamento por Serviços ambientais como mecanismo para a revitalização de bacias Hidrográficas, com Consuelo Franco Marra e Vera Maria da Costa Nascimento, da Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA); Ernesto Gomes Correa Segundo, assessor jurídico da presidência da Assembleia Legislativa; Liliane Cafruni, Diretora de meio ambiente e sustentabilidade da Corsan; e Sumirê da Silva Hinata, analista da Divisão de Planejamento da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul.
    • 10h20min: Debate. Mediação com o professor da Unisc Markus Brose.
    • 10h30min: Intervalo
    • 11h: Pronunciamento do reitor da Universidade, Rafael Frederico Henn.
    • 12h: Intervalo
    • 13h10min: Mesa Redonda 2 – O pagamento por Serviços Ambientais na visão dos sistemas de abastecimento de água, com Priscila Pacheco Mariani, professora da Unisc e coordenadora do Projeto de Recuperação Ambiental – Muda; Marcia Eliana De Souza Correa, coordenadora do Projeto de Pagamento de Serviços Ambientais Corsan/Aegea; Iporã Possantti, doutorando IPH-UFRGS e consultor ambiental Unisc/Corsan Aegea; Gilson Becker, prefeito de Vera Cruz; Tanise Etges, coordenadora do Programa Protetor das Águas em Vera Cruz; Ariane Tanise Pasuch, da secretaria de Meio Ambiente de Erechim; Cássio Alberto Arend, professor e pesquisador da área de direito ambiental da Unisc. Mediação com a professora Priscila Pacheco Mariani.
    • 14h50min: Intervalo
    • 15h10min: Mesa Redonda 3 – Diferentes iniciativas de PSA para o Estado do Rio Grande do Sul, com Pedro Pascotini, da Alianza Del Pastizal; Joana Tartari Klein, coordenadora de sustentabilidade da Philip Morris; Guilherme Marques, do Grupo de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos (GESPLA) – IPH – UFRGS; Eduardo Lobo, professor e coordenador do grupo de pesquisa em Limnologia da Unisc; com mediação do professor Marcelo Luis Kronbauer.
    • 16h30min: Encerramento.

    Dia 23 – Auditório Central da Unisc (Atividade voltada aos produtores do PSA de Vera Cruz) :

    • 8h30min: Abertura
    • 9h: Palestra para os produtores rurais de Vera Cruz do Programa Produtor de Águas sobre conservação de solos, com Consuelo Franco Marra e Vera Maria da Costa Nascimento, da Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA) e José Denardin da Embrapa.