Geral

Brasil é o pior país da América do Sul para ser menina, diz relatório

11 de outubro de 2016
  • Por
    Luiza Adorna
  • Fonte
    O Globo
  • Foto: Agência Brasil
    compartilhe essa matéria

    Estudo leva em conta casamento infantil, gravidez na adolescência e outros fatores

    O Brasil é o pior país da América do Sul em termos de oportunidades o desenvolvimento de meninas, de acordo com um relatório divulgado nesta terça­-feira (11) pela ONG Save the Children, baseada nos EUA. O Brasil ocupa a 102ª posição do Índice de Oportunidades para Garotas, dos 144 países analisados. Em todo o continente americano, o país fica a frente apenas de Guatemala e Honduras no ranking que considera dados sobre o casamento infantil, gravidez na adolescência, mortalidade materna, representação das mulheres no Parlamento e conclusão do estudo secundário. Além disso, segundo a ONG, o Brasil apresenta números elevados de gravidez na adolescência e casamento infantil. Em conjunto, os dados colocam o país como um dos que mais impõem barreiras ao empoderamento feminino, privando as mulheres de oportunidades.  

    Vídeos curtos