Esportes

Adilson da Silva dá a primeira tacada Olímpica

11 de agosto de 2016
  • Por
    Letícia Tais Dhiel
  • Foto: Divulgação Rio 2016
    compartilhe essa matéria

    Foi um momento histórico, pois marcou a volta do esporte aos Jogos Olímpicos após 112 anos de ausência

    O santa-cruzense Adilson da Silva teve a honra de, nesta quinta-feira (11), dar a tacada que abriu a competição masculina de golfe do Rio 2016, no Campo Olímpico localizado na Barra da Tijuca. Foi um momento histórico, pois marcou a volta do esporte aos Jogos Olímpicos após 112 anos de ausência – antes, só esteve presente em Paris (1900) e Saint Louis (1904). “E também será uma ótima oportunidade para tornar o golfe mais conhecido no Brasil”, acredita o atleta de 44 anos que, na oportunidade, vai homenagear um grande amigo e principal incentivador: Andrew Robert Edmondson, empresário inglês fixado no Zimbábue, que o ajudou a começar no esporte.

    Adílson não vai enfrentar os grandes nomes atuais, que decidiram não vir ao Brasil sob a alegação de temor ao vírus da zika – caso do australiano Jason Day (1.º do ranking) e dos americanos Dustin Johnson (2.º) e Jordan Spieth (3.º). “Seus grandes rivais serão o sueco Henrik Stenson, número 5 do mundo e mais bem ranqueado do torneio, e o espanhol Sergio Garcia. A disputa feminina será entre 17 e 20 de agosto e o Brasil será representado por Victoria Lovelady e Miriam Nagl.

     

    Confira a história de Adilson que foi retratada aqui no site:

    De carregador de tacos a atleta olímpico