Geral

Mulheres de Santo Amaro recebem homenagem por legado luso-brasileiro

11 de abril de 2024
  • Por
    Eduardo Elias Wachholtz
  • Fonte
    Assessoria de Imprensa
  • Foto: André Liziardi
    compartilhe essa matéria

    Solenidade ocorreu na Câmara de Vereadores de Porto Alegre

    Ocorreu, na tarde dessa quarta-feira (10), a entrega do 3° Troféu Mulheres Luso-Brasileiras, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. A premiação é realizada pelo Instituto Cultural Português em homenagem às mulheres que contribuem para a cultura luso-brasileira.

    LEIA TAMBÉM: Serviços públicos realiza troca e revitalização de 350 lixeiras na região central em Santa Cruz

    Nesta edição, duas camarenses, com um forte trabalho cultural no distrito histórico de Santo Amaro, foram agraciadas com o troféu. Olinda Konrad (Tia Olinda) é proprietária do hotel existente na vila histórica, além de ser artista que produz telas com cenários de Santo Amaro e artesanatos com escamas de peixes. Ela também é uma grande conhecedora da história e dos personagens da localidade. Já Anajara Silva é responsável pelo Centro de Atendimento ao Turista (CAT), que abriga um museu e informações sobre os pontos turísticos. Conhecedora da historiografia local, é responsável por conduzir os visitantes e turistas em Santo Amaro. Ela também é responsável por reproduzir e divulgar receitas típicas portuguesas, como o tradicional Pão Português.

    As duas homenageadas estavam acompanhadas do presidente da Câmara de Vereadores de General Câmara, o vereador Marcinho Brandão, e da estagiária do CAT, Nathália Faleiro. Em suas redes sociais, o vereador Marcinho parabenizou a premiação. “Elas, que são guardiãs da cultura e história de Santo Amaro, foram merecidamente homenageadas na solenidade. A cultura, história e potencial turístico, hoje em grande desenvolvimento, devem-se em grande parte ao empenho destas grandes mulheres”, destacou o presidente em suas redes.

    O distrito Histórico de Santo Amaro

    Vila de Santo Amaro do Sul é um distrito do município de General Câmara, no Rio Grande do Sul, localizado às margens do rio Jacuí e conhecido pela beleza arquitetônica das edificações construídas pelos colonos açorianos. O conjunto histórico da cidade – formado pela praça e mais 14 prédios – foi tombado pelo Iphan, em 1998. Santo Amaro do Sul continuou quase intacta até nossos dias, com seu casario típico da cultura portuguesa e sua importante igreja dominando a paisagem. Marcada pela arquitetura colonial portuguesa, a vila é um dos mais significativos conjuntos urbanos de origem portuguesa no Estado do Rio Grande do Sul. Em 1970, diversos locais da vila foram utilizados como cenários para o filme Um Certo Capitão Rodrigo, dirigido por Anselmo Duarte e baseado na trilogia O Tempo e o Vento, obra do escritor Érico Veríssimo, que reúne ficção e história, como a Revolução Farroupilha. Grande parte das edificações que compõem o conjunto tombado tiveram importantes funções no passado e serviram de moradia para personagens históricos. Uma delas é o casarão onde nasceu, em 12 de abril de 1773, o herói farroupilha e primeiro presidente da República Rio-grandense, José Gomes de Vasconcelos Jardim. Perto do balneário do Coqueiro, está o sobrado que pertenceu ao chefe do Exército Imperial durante a Revolução Farroupilha, Chico Pedro, um dos mais temidos pelos farrapos. Fonte: Iphan.

    Festa do Município

    O município de General Câmara comemora neste ano 143 anos de emancipação política. A administração pública realizará a Semana de Aniversário do Município, entre os dias 30 de abril e 4 de maio, com diversos shows. A programação abre na noite de dia 30, com um show da dupla sertaneja João Neto e Frederico, com entrada franca.

    Vídeos curtos