Geral

Feira do Livro e Festa Literária Internacional são lançadas oficialmente em Santa Cruz

11 de abril de 2024
  • Por
    Eduardo Elias Wachholtz
  • Fonte
    Portal Arauto
  • compartilhe essa matéria

    Evento na noite desta quinta-feira marcou o início das atividades

    Um evento, na noite desta quinta-feira (11), marcou o lançamento da 35ª Feira do Livro e da 1ª Festa Literária Internacional em Santa Cruz do Sul. O encontro foi na Casa das Artes Regina Simonis. De 29 de abril a 5 de maio, o município será palco dos eventos que são realizados pelo Sesc e pela Prefeitura.

    LEIA TAMBÉM: Veja a programação da Feira do Livro de Santa Cruz 

     Martha Medeiros assume o posto de patrona, Marli Silveira é a escritora homenageada e Elenor Schneider é reconhecido como personalidade incentivadora da leitura. Sob o tema Abra livros, abra o mundo, as atividades ocorrem na Praça Getúlio Vargas, mas há eventos planejados em diferentes partes de Santa Cruz.

    Durante toda a semana, os eventos contarão com a participação de diversos escritores de destaque, tanto do Rio Grande do Sul quanto de outros estados, como Paola Severo, Regina Alves Ferreira, Lane Bastos, Valesca de Assis, Lúcia Hiratsuka, Rosane Castro e Rogério Athayde.

    Além disso, a 1ª edição da Festa Literária Internacional trará a Santa Cruz do Sul escritores renomados internacionalmente, como Teresa Cárdena, de Cuba, Alejandra Giordano, da Argentina, e Mária Elena Morán, da Venezuela.

    Secretário de Cultura, José Cláudio Barbosa dos Santos destacou a importância da Feira do Livro em Santa Cruz. “É a mais bonita do estado. Esse prêmio ninguém tira da nossa cidade. Eu acredito que vai ser uma feira bem diversificada por conta da questão internacional, que vai abordar diversos temas relacionados à diversidade também”, disse.

    VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Diretor do Sesc Santa Cruz, Fabricio Gianezini falou sobre o prestígio da Feira do Livro de Santa Cruz. “É o momento que a gente vai festejar a literatura, festejar toda essa programação que tem.  A gente conseguiu desvincular um pouco também a literatura infantil e sim proporcionar uma literatura mais ampla”, expressou.