Geral

Wiliam Rutzen e Camila Mai abordaram saúde pela alimentação

10 de abril de 2024
  • Por
    Jaqueline Rieck
  • Fonte
    Jornal Arauto
  • Foto: Jaqueline Rieck/Jornal Arauto
    compartilhe essa matéria

    O segundo Painel Arauto Saúde vai acontecer em Venâncio Aires, dia 16 de abril

    Aconteceu na noite desta terça-feira (9), na Comunidade Evangélica de Vila Progresso, em Vera Cruz, o Painel Arauto Saúde com o médico intensivista Wiliam Rutzen e a nutricionista Camila Mai. A ação faz parte da campanha Sempre em Movimento do Grupo Arauto de Comunicação.

    Em uma hora e meia de fala, os profissionais da saúde, além de contarem suas histórias de vida que envolvem atitudes de decisão e mudança de hábitos, abordaram a importância da comida de verdade para a nutrição do corpo, tanto no sentido de abastecê-lo com aquilo que é essencial à sobrevivência, como para manter a saúde e prevenir doenças. O açúcar, tão utilizado em alimentos processados ou produzidos em receitas, foi um dos temas abordados. Segundo os profissionais, as primeiras mudanças na alimentação podem começar pela redução do adoçante.

    Wiliam frisou que é possível construir saúde em qualquer momento da vida a partir da decisão de fazê-la. “A saúde, a gente constrói através de uma alimentação adequada, da atividade física, cuidando do nosso sono, convivendo com pessoas que nos trazem boas emoções e uma série de outros cuidados. No final das contas, quando mais saúde a gente tem, melhor a gente vive e mais chances a gente tem contra as doenças. Esse foi meu maior aprendizado e por isso nunca recuso um convite para falar sobre esse assunto”, disse.

    Camila explicou que o processo de mudanças na alimentação, quando encarado a partir da decisão do paciente, não é demorado. “Vou dizer para vocês que não é demorado. As pessoas acham que vão “morrer” se ficarem sem pão, farinha, mas a adaptação é muito rápida. No café, por exemplo, quando faço a sugestão de ficar 25 dias sem açúcar na bebida, os pacientes voltam dizendo que não conseguem mais adoçá-lo porque sentem o gosto ruim do açúcar. E aí, ele começam a mudar seu valores, sabores e paladares”, complementou.

    O segundo Painel Arauto vai acontecer em Venâncio Aires, dia 16 de abril, às 19 horas, na Sede Comunitária de Vila Arlindo e contará com a participação da terapeuta ocupacional Marina Severo Jantsch e da nutricionista Bruna Neves. 

    Vídeos curtos