Cobertura Especial

População de Santa Cruz deve buscar o Cras mais próximo para garantir benefícios? Entenda

9 de maio de 2024
  • Por
    Nícolas da Silva
  • Colaboração
    Pedro Thessing
  • Registro no Bairro Várzea no início de maio | Foto: Deivid Miguel
    compartilhe essa matéria

    Em meio aos desafios enfrentados pela população de Santa Cruz do Sul após as recentes enchentes que assolaram o Vale do Rio Pardo e grande parte do Rio Grande do Sul, entra em discussão os benefícios que serão ofertados para a população para esse período de reconstrução e retorno às residências.

    A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Priscila Froemming, esclareceu sobre os direitos dos cidadãos em termos de recursos e benefícios. Ela enfatizou a importância de buscar fontes confiáveis de informação, como o site oficial do município e os meios de comunicação locais. “É triste ver tantas informações falsas circulando em momentos como este, quando muitas pessoas ainda não conseguiram retornar para suas casas“, ressalta.

    Atualmente, o foco da equipe está em fornecer abrigo, suporte e auxílio na limpeza das residências afetadas, além de realocar aqueles que foram desalojados. “Não há motivo para pânico ou correria aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) em busca de cadastros, pois até o momento não anunciamos nenhum benefício“, esclarece.

    Secretária de Desenvolvimento Social de Santa Cruz do Sul, Priscila Froemming | Foto: Pedro Thessing

    Ela alerta para áudios compartilhados em aplicativos de mensagens, que sugerem procurar os Cras imediatamente para não perder os benefícios. “Os Cras já estão sobrecarregados de atendimento, acompanhando as pessoas alojadas. Este não é o momento para novos cadastros. Seguiremos as orientações do Governo do Estado e garantiremos que os benefícios sejam assegurados e distribuídos“, disse Priscila. .

    A prioridade atual, segundo a secretária, é oferecer suporte às famílias que estão retornando para suas residências e auxiliá-las na reconstrução, inclusive com doações de móveis. “Não adianta a população procurar os Cras neste momento. Todas as informações serão devidamente anunciadas no momento oportuno“, concluiu a secretária.

    Leia também: Defesa Civil de Santa Cruz mantém recomendação para que moradores permaneçam fora do Belvedere