Geral

ERS-409 registra pelo menos quatro atropelamentos de animais silvestres desde novembro

9 de abril de 2024
  • Por
    Nícolas da Silva
  • Fonte
    Portal Arauto
  • Foto: Eduardo Wachholtz/Portal Arauto
    compartilhe essa matéria

    Antes do ouriço, outros três casos já haviam sido observados pela reportagem às margens da rodovia

    Um ouriço foi encontrado morto, na manhã desta terça-feira (9), na beira da ERS-409, nas proximidades do Lago Dourado, no trecho de Santa Cruz do Sul. 

    Antes do ouriço, outros três casos já haviam sido observados. No início de março, um gambá morto na lateral da pista já havia sido registrado. Em fevereiro, um gato-do-mato foi encontrado após ser atropelado também próximo ao Lago Dourado. Algumas semanas antes, em novembro, no mesmo trecho da rodovia, uma capivara já havia morrido.

    A Patrulha Ambiental da Brigada Militar (Patram) de Rio Pardo destacou que, embora a presença dos animais silvestres seja normal, muitas vezes ela passa despercebida pela população. Os agentes destacaram a existência de um corredor ecológico que se estende da Serra, descendo por Barros Cassal, Herveiras e Sinimbu até o rio Jacuí. Ele possibilita o trânsito desses animais por essas áreas.

    Leia também: Registros de armas de fogo caem na região

    O animal

    Conhecido também como ouriço-cacheiro, o animal normalmente tem o dorso coberto de espinhos longos e aguçados, de cor acastanhada e com bandas escuras nas extremidades. Esses espinhos se destacam facilmente do corpo e são sua defesa. Quando algum animal tenta atacá-lo, leva consigo alguns espinhos, que já estes se encontram soltos, contrariando a crença de que o ouriço arremessa os espinhos.