Geral

Cinco vereadores trocam de partido em Vera Cruz

9 de abril de 2024
  • Por
    Jaqueline Rieck
  • Fonte
    Jornal Arauto
  • Foto: Jaqueline Rieck/Jornal Arauto
    compartilhe essa matéria

    Mártin, Gelson, Vaneila, Marcelão e Goularte têm novas siglas

    Encerrou à meia-noite de sexta-feira, dia 5, a janela partidária que iniciou em 7 de março, prazo de 30 dias que permitiu a troca de partido para que vereadores em atividade pudessem realizar a mudança, sem perder o mandato, a fim de disputar as eleições municipais de 2024. 

    Considerada uma justa causa para a desfiliação de uma legenda política, a janela partidária é válida para aqueles que estão no final do mandato. A regra também se aplica a deputadas e deputados (distritais, estaduais ou federais), mas, especificamente em 2024, somente vereadoras e vereadores podem fazer uso deste instrumento.

    Em Vera Cruz, dos 11 vereadores que compõem o Poder Legislativo, cinco optaram por realizar a troca de partido. Todos considerando novas possibilidades para o pleito de outubro.

    Quem são eles?

    Marcelo Carvalho deixou o PTB e filiou-se ao PL. “Fui filiado ao PTB de 2006 a 2023. Optei pelo PL porque o PTB deixou de existir em nível nacional. Tinha que acompanhar alguma sigla que me recebesse. Como os deputados da região, Marcelo e Kelly, foram para o PL, tivemos uma conversa e, pela questão dos recursos para Vera Cruz, optei pelo partido da mesma forma. Ser um partido de direita que representa a minha ideologia, influenciou também”, justificou o vereador.

    Mártin Nyland deixou o PTB e filiou-se ao Republicanos. “Como o PTB nacional acabou fazendo fusão com outro partido, o grupo acabou se dissipando, surgiram alguns descontentamentos. Escolhi o Republicanos, um partido novo, com pessoas novas. Recebi um convite do presidente estadual do partido. Temos uma diretriz de direita e deputados que ajudam o município”, confirmou o atual presidente do Legislativo.  

    Valceni Goularte saiu do MDB e filiou-se ao PSD. “Não foi por nenhuma questão de desavença, mas uma nova proposta, uma nova conquista que estamos tentando formalizar dentro do PSD. Tive uma grande aproximação com o deputado Danrlei, que mandou bastante verba para Vera Cruz, então nada mais justo que abraçar a causa porque quem ganha com isso é o município e o povo vera-cruzense”, salientou o vereador. 

    Vaneila Helfer deixou o PSB e filiou-se ao Republicanos. “Vinha trabalhando a possibilidade de mudar de partido há um tempo pois tenho um vínculo com as deputadas Eliana e Franciane Bayer, além da Liziane, suplente do senador Mourão,  que sempre me receberam bem assim como as demandas do município. Em gratidão e pelo vínculo, aceitei o desafio de presidir o partido em Vera Cruz”, disse a vereadora.

    Gelson Fernandes de Moura saiu do PTB e filiou-se ao Progressistas. “Sempre fui norteado a estar onde me sinto à vontade e com algumas decisões do partido, entendi que o ciclo se encerrava para mim. Passei a analisar outras vias e percebi que no Progressistas uma família onde poderei somar e crescer junto ao partido. Percebi um espaço onde poderei continuar lutando pelos interesses da comunidade sem deixar de fazer aquilo que considero ser a boa política”, esclareceu o vereador.

    Vídeos curtos