Geral

Comunidade de Rio Pardinho é presenteada com espetáculo teatral

8 de setembro de 2022
  • Por
    Kethlin Nadine Meurer
  • Fonte
    Assessoria de Imprensa
  • Foto: Divulgação
    compartilhe essa matéria

    Crianças e adolescentes do CIEG tiveram também encontro com artistas e conheceram os bastidores da peça “Brincando de Teatro”

    A tarde de sábado, 3 de setembro, foi de muita diversão e novos conhecimentos sobre arte teatral para a turma do Centro Integrado entre Gerações (CIEG). A peça “Brincando de Teatro” foi exibida gratuitamente para a comunidade em estrutura montada junto ao Espaço Cultural e de Cidadania Rio Pardinho e teve a participação de cerca de 230 pessoas. Um dos pontos altos da programação foi a interação dos participantes do CIEG com os artistas da Companhia de Circo Tcheatro Xebebéu, de Camaquã/RS, nos bastidores do espetáculo.

    A peça interativa foi uma mostra de como a arte teatral contribui com a educação e o aprendizado de crianças e adolescentes. A promoção do espetáculo foi do Projeto Rio Pardinho, que é patrocinado pela Universal Leaf Tabacos através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Com produção do CIEG e Skené Projetos Culturais, a programação contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul e realização da Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo.

    Além da programação cultural, o momento foi de festividade e congregação com as famílias e representantes da comunidade. Uma praça de alimentação foi montada para a distribuição de pipocas, cachorros-quentes, churros, algodão-doce e refrigerantes para as crianças e adolescentes participantes das oficinas e seus familiares. Também, as famílias receberam vales para retirada de galinhas recheadas no Festival da Galinha Recheada, tradicional evento da comunidade de Rio Pardinho, que neste ano ocorreu domingo, 4 de setembro.

    Presente ao evento, Alessandra Beatriz dos Santos, mãe de Giovana Pietroski, 12 anos, comentou que o atendimento tem sido muito bom, bem como o aperfeiçoamento da aprendizagem. “É maravilhoso eles terem a oportunidade de música e dança, coisas que nós pais somos leigos”, disse. “A Giovana está há seis anos no CIEG e somos muito gratos. É visível o aprendizado dela, que toca escaleta, teclado e canta e tudo isso nos ajuda muito na educação”, acrescentou. “Além disso, há interação entre famílias e CIEG, o que é muito importante porque a gente é convidado a participar com sugestões”, completou.

    E Yasmin Vitória de Vargas Borba, 14 anos, salientou que participar do CIEG é ter experiências inovadoras. “Adoro todas as oficinas, especialmente danças gaúchas e teatro, que é algo novo para nós. E essa oportunidade de interagir com os atores e conhecer os bastidores foi um momento inesquecível”, comentou. Já Lucas Gabriel Soares, 13 anos, acrescentou que participar do CIEG é muito bom. “O que mais gosto é da oficina de música e do Craques de Bola. Já toco escaleta e estou aprendendo também teclado”, disse. “Todos os aprendizados do CIEG ajudam a aperfeiçoar conhecimento, especialmente em artes e esporte”, finalizou.

    Para Ivone Machado, moradora da localidade e membro do Grupo de Teatro Rio Pardinho, que tem as atividades no Espaço Cultural, a atuação da entidade é muito positiva para a comunidade. “O projeto é muito benéfico para o crescimento cultural e educacional das crianças e adolescentes, que têm oportunidade de aprender música, dança, teatro, informática e esportes, além de aprenderem regras de socialização como o compartilhamento das refeições”, completou.

    Saiba mais

    Depois de um longo período de atividades remotas, o atendimento presencial do CIEG foi retomado no segundo semestre deste ano. As oficinas de Dança Folclórica Gaúcha, Música, Artes Digitais, Artes Cênicas e o Projeto Pirâmide Alimentar (com oferecimento de café da manhã, almoço e lanche) são mantidas com recursos repassados pela Universal Leaf ao Projeto Rio Pardinho via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

    Além disso, as 60 crianças e adolescentes têm atividades do Projeto Craques da Bola – da Prefeitura de Santa Cruz do Sul -, Projeto Celebrar – patrocinado pelo Charrua Hotel – e acompanhamento pedagógico e de assistente social. O atendimento é realizado três dias por semana, no contraturno escolar, com atividades que visam o desenvolvimento intelectual, físico e social. As ações têm o objetivo de prevenir o trabalho infantil e fortalecer a cidadania de crianças e adolescentes do meio rural.