Geral

Ana Nery assume gestão de hospital da Região Metropolitana de Porto Alegre

8 de abril de 2024
  • Por
    Nícolas da Silva
  • Fonte
    Governo do Estado do RS
  • Foto: Hospital Padre Jeremias/Divulgação
    compartilhe essa matéria

    Novos gestores, de Santa Cruz do Sul, substituíram a Fundação Universitária de Cardiologia na administração da instituição, que pertence ao governo do Estado

    A gestão do Hospital Padre Jeremias, de Cachoeirinha, foi assumida oficialmente, nesta segunda-feira (8), pelo grupo do Hospital Ana Nery, de Santa Cruz do Sul. Os novos gestores substituíram a Fundação Universitária de Cardiologia na administração da instituição, que pertence ao governo do Estado. 

    Uma reunião entre a equipe técnica da Secretaria da Saúde (SES), o prefeito do município, Cristian Rosa, a secretária municipal de Saúde, Bianca Breier, a vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Inara Ruas, o administrador do Hospital Ana Nery, Gilberto Feitosa Filho, e vereadores do município oficializou, na noite de domingo (7) a troca da gestão, ocorrida no início da madrugada desta segunda.

    A transferência da gestão foi acertada a partir da escolha do Hospital Ana Nery, em fevereiro, através de análise de propostas. A mudança, realizada pelo governo do Estado, junto com o município, visa normalizar o atendimento à população e aprimorar os procedimentos oferecidos pela instituição.

    Tenho convicção de que estamos em um processo de transição tranquilo e que assim será. Tranquilo para a assistência e tranquilo para o atendimento dos pacientes”, disse a diretora do Departamento de Gestão da Atenção Especializada (Dgae), Lisiane Fagundes. 

    Para o prefeito de Cachoeirinha, a mudança no comando deve ser um momento voltado para a qualificação dos serviços no Hospital Padre Jeremias. “Quem sabe, logo seja possível fazer um ajustamento no contrato para conseguirmos implantar a traumatologia e equipar o hospital”, disse. 

    Já o administrador do Hospital Ana Nery destacou a necessidade de ampliar serviços. “Vamos buscar as ampliações necessárias de forma a melhorar o atendimento que a instituição já presta”. Ele afirmou que um estudo de engenharia será realizado para analisar ampliações e mudanças que podem ser feitas na estrutura do local para agregar novas especialidades. 

    Nós temos a expectativa de que a saúde do nosso município vá mudar significativamente, não só para a população, mas também no fluxo entre a atenção básica, a unidade de pronto-atendimento e o hospital”, disse Bianca. 

    Leia também: Vacina contra a gripe em Santa Cruz: nova etapa da campanha inicia a partir desta segunda