Geral

Vice-governador afirma que o objetivo é salvar vidas

2 de maio de 2024
  • Por
    Emily Lara
  • Foto: Emily Lara\ Portal Arauto
    compartilhe essa matéria

    Nesta quinta-feira (2), o vice-governador Gabriel Souza concedeu coletiva de imprensa no Gabinete de Crise em Santa Cruz do Sul.  Na reunião, foram atualizadas as informações sobre o trabalho realizado, além de apresentados avisos e informativos para a população.

    Souza destacou que todos os esforços estão sendo colocados em ações de resgate e salvamento de pessoas ilhadas próximas a Santa Cruz, estendendo-se para localidades da região Central, Centro-Serra, Quarta Colônia e Baixo Vale do Taquari, em razão dos eventos climáticos que assolam a região desde segunda-feira (29). Segundo ele, a operação de aeronaves é muito prejudicada pela instabilidade climática. “Os nossos helicópteros são mais limitados para voar com chuva, instabilidade e pouca visibilidade. E para piorar a situação, não são preparados para voos noturnos”, disse.

    Sobre a barragem 14 de julho, Souza afirmou que há um risco real de rompimento total da estrutura.  “Nós estamos minuto a minuto monitorando a barragem, para entender se ela pode romper totalmente”, ressaltou.

    Outra situação colocada pelo vice-governador foi o chamado “turismo de desastre”. Ele contou que há registro de congestionamento em Sinimbu, por causa de “curiosos” que estão se deslocando para tirar fotos e observar a situação. Referente ao retorno das aulas em toda a rede estadual, Souza revelou que o assunto será avaliado durante o fim de semana.

    A Defesa Civil irá divulgar uma lista de desaparecidos em toda a região. O vice-governador pediu para que a população comunique a Defesa Civil sobre possíveis desaparecidos, e também sobre pessoas que estão na lista e já foram localizadas.

    Vídeos curtos