Geral

Vereadores descartam projeto para aumentar número de sessões

1 de novembro de 2016
  • Por
    Guilherme da Silveira Bica
  • Fonte
    Assessoria de Imprensa Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul
  • Foto: Jacson Miguel Stülp
    compartilhe essa matéria

    A proposta, de autoria do vereador Paulinho Lersch (PT), propunha o aumento de uma para duas sessões ordinárias semanais

    Os vereadores rejeitaram, nesta segunda-feira (31) o projeto que propunha o aumento no número de sessões do Legislativo. A proposta, de autoria do vereador do PT, Paulo Henrique Lersch, propunha o aumento de uma para duas sessões ordinárias semanais, mas acabou rejeitada, com votos favoráveis apenas do próprio autor, da vereadora Rejane Maria Nunes (PT) e do vereador Gerson Luís Trevisan (PSDB).

    Também houve a votação do substitutivo, apresentado pela bancada do Solidariedade, que aumentava para cinco sessões semanais o número de reuniões ordinárias. O projeto também foi rejeitado, com votos favoráveis apenas da própria bancada do Solidariedade.

    O vereador Paulo Henrique Lersch, autor do projeto, ainda tentou que o projeto não fosse incluído na pauta nesta segunda-feira, mas acabou vencido em votação preliminar. Ele alegou que iria apresentar alterações no projeto inicial. Durante a sessão, os pronunciamentos dos vereadores já davam indícios de que a matéria seria vetada.