Em uma rota turística, as belezas de Sinimbu


Publicado em 09/11/2018 01:00 Atualizado em 09/11/2018 14:47 Região   CULTURA Fonte: Portal Arauto

Com pontos turísticos que embelezam diferentes localidades de Sinimbu, a Prefeitura lançou nesta quinta-feira (8) a rota “Sinimbu de encantos mil”, uma oportunidade para as pessoas conhecerem um pouco mais da história do município e das belezas do interior. Com cerca de 10 mil habitantes, Sinimbu tem 65% de sua origem alemã e grande parte da economia baseada na produção de tabaco.

O roteiro turístico conta com cinco pontos de visitação, um total de cerca de 40 Km de viagem, e a reportagem do Portal Arauto acompanhou de perto o tour por esses locais da cidade. O passeio turístico também irá ocorrer durante a Feira Comercial, Industrial e Agropecuária (Exposin), no sábado (10), às 14h, e no domingo (11), às 8h. Os ingressos podem ser adquiridos no estande da Secretaria de Cultura e Turismo, ao valor de R$ 25.

Para o presidente do Conselho de Turismo, Félix Weis, a consolidação de uma rota turística em Sinimbu irá fomentar o comércio local e trazer novos investimentos ao município. Segundo ele, também será uma oportunidade para algumas pessoas que são de Sinimbu conhecerem locais que ainda não tenham visto de perto.

PONTOS DA ROTA:

O primeiro ponto da rota é a Casa Betânia, construída por volta do ano de 1860 e que foi a primeira escola do município. Atualmente, a casa, localizada ao lado da Igreja Evangélica, torna-se espaço para a realização de culto infantil da igreja. A residência foi feita por um arquiteto alemão e trata-se de uma construção denominada enxaimel, ou seja, uma técnica que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si em posições horizontais, verticais ou inclinadas. A técnica foi usada por ser simples, barata e prática.

O segundo ponto de visitação é o Núcleo Germano Winck, em Linha Rio Grande. Nesse local, é possível encontrar uma ponte pênsil, o prédio em que funcionava uma graxeira, além de outras duas construções, sendo que uma delas foi uma casa comercial e a outra servia para o comércio de fumo.

Ainda na rota, é possível visitar a localidade de Alto Sinimbu e degustar as cucas da Dona Ivone Gressler que também podem ser compradas ao valor de R$ 10. Ainda neste local, existe o comércio à moda antiga da família Claas, onde as pessoas solicitam tudo o que precisam no balcão e têm ainda mais contato com o vendedor.

Em Linha Primavera, o roteiro contempla a apresentação da moenda de cana de tração animal, espaço em que animais auxiliam na extração  do caldo da cana. A moenda é de 1955 e funciona até hoje. Em média, são necessários 45 minutos para encher um tacho de 200 litros. 

O último ponto de encantar os olhos é o Cerro do Baú, já bastante conhecido. O cerro conta com o Lago Esmeraldino de Sinimbu e era, anos atrás, uma pedreira, de onde foram tiradas pedras para a construção da BR-153.

Após o término da Exposin, o roteiro continuará a ser feito, mas apenas por meio de agendamento. Quem tiver o interesse de conhecer essas belezas é só se deslocar até a prefeitura e agendar. Sinimbu te espera!







Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br CH