Candelária e Sinimbu avançam no bem estar animal


Publicado em 23/05/2019 08:03 Atualizado em 23/05/2019 08:58

Nos últimos dias, Candelária e Sinimbu anunciaram leis que garantem o bem estar animal, ou seja, lei que pune quem maltrata animais. É mais um avanço em políticas públicas que protejam os bichinhos. Esperamos que sirvam de exemplo para outras cidades. 

Em Sinimbu, a multa para casos de maus tratos praticados no município varia de R$ 947,61 à R$ 3.158,70, de acordo com a gravidade do caso. Além disso, em caso de reincidência de infração, a pena da multa será aplicada em dobro em relação à multa anteriormente aplicada.

Já em Candelária, um projeto foi aprovado no último dia 20 e prevê que as infrações serão punidas com advertência e multa. As multas no caso de maus tratos praticados dolosamente, ou seja, que provoquem a morte do animal, será cobrado o valor equivalente a R$2.318,00. São considerados maus tratos toda e qualquer ação direta ou indireta que intencionalmente ou por imprudência, imperícia, negligência atente contra a saúde e as necessidades naturais, físicas e mentais ou provoque dor ou sofrimento desnecessários aos animais. A fiscalização pode ser feita por qualquer munícipe, mediante provas (fotos, vídeos) ou testemunhas e apresentação de Boletim de Ocorrência. Falta agora a sanção do prefeito.

Saiba mais

Sancionada lei que aplica multa superior a R$ 3 mil a quem maltrata animais

Projeto de lei propõe multar em mais de R$ 2 mil quem maltratar animais em Candelária

PortalArauto





Bruna Lovato

Jornalista e cachoeirense. É formada pela Unisc, com pós-graduação em Jornalismo e Meios Digitais, na Univates. Repórter no Portal Arauto e na Arauto FM. Mãe da Estrela (aquela ali da foto) e apaixonada por cachorros. Aqui vamos conversar sobre eles, as estrelas do blog.





Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br CH