Geral

Secretária da Saúde visita hospital de Sinimbu e entrega medicamentos e câmara fria para Unidade Básica

Publicado em: 31 de maio de 2024 às 12:40
  • Por
    Portal Arauto
  • Fonte
    Governo do Estado do RS
  • Arita Bergmann esteve no município na quinta-feira, realizando as entregas | Foto: Augusto Steffanelo/Ascom SES
    compartilhe essa matéria

    Município foi um dos mais atingidos pela enchente no Vale do Rio Pardo

    A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, esteve em Sinimbu, município localizado na região do Vale do Rio Pardo, nessa quinta-feira (30). Os serviços de saúde da cidade foram atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

    Leia também: Ponte da RSC-287 em Candelária deve ser liberada no final da semana que vem; veja vídeo do local

    Durante a visita, Arita fez a entrega de medicamentos e de uma câmara fria para manter vacinas e medicamentos termolábeis em temperaturas adequadas. A câmara fria será usada em uma Unidade Básica da Atenção Primária em Saúde (APS) do município.

    Em auxílio ao Hospital Municipal, o governo já destinou R$ 850 mil de recursos do Tesouro do Estado. Referência na unidade de cuidados prolongados da Região dos Vales, a instituição possui 50 leitos. Destes, mais de 60% são para atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O recurso foi enviado para reconstrução e melhorias da infraestrutura danificada e para compra de medicamentos e insumos.

    “Estamos aqui em Sinimbu prestando a nossa solidariedade para a gestão municipal, trazendo o nosso abraço fraterno para a comunidade e mostrando que o governo do Estado está presente, por meio da doação de medicamentos e deste equipamento”, afirmou a secretária. “Mais do que nunca, vale dizer que precisamos estar junto com as comunidades”, completou.

    A prefeita de Sinimbu, Sandra Backes, destacou a importância da visita da secretária para poder ver de perto a situação dos serviços de saúde do munícipio. “Aqui tudo foi inundado. A UBS teve muitos estragos em todo o primeiro pavimento. Nós perdemos todos os móveis, todos os computadores, todas as medicações, inclusive”, disse. “Eu tenho certeza de que o Estado vai mover todas as forças e se unir mais uma vez conosco para reconstruirmos também a nossa saúde”, finalizou.