Quase lá


Publicado em 09/03/2018 Atualizado em 09/03/2018 15:40

Um dos objetivos foi alcançado pelo Avenida e outro está prestes a ser atingido. O Periquito mantém-se na 1ª Divisão por mais um ano – uma das poucas vezes que isso acontece – e consegue ter a oportunidade de almejar um outro patamar dentro do Gauchão. Mas, a cereja do bolo ainda está por vir caso vier a confirmar a sua vaga no mata-mata. O duelo diante do Novo Hamburgo neste domingo será fundamental para conseguir uma boa colocação e quem sabe trazer o segundo jogo do mata-mata para dentro dos Eucaliptos.

Méritos

Os méritos da boa campanha do Avenida têm muitos responsáveis. Um deles é a direção. Se ela não apostasse numa continuidade do trabalho desenvolvido a partir da Segundona, certamente não teria colhido os frutos daquilo que plantou. O técnico Fabiano Daix é outro que é responsável direto pela boa campanha. Ele montou o elenco, teve acertos e erros – estes consertados a tempo – e a convicção de que seu sistema de trabalho e de jogo daria frutos. As mudanças ao longo do percurso fazem parte da caminhada, mas o mérito do grande profissional está em reconhecer que algo não está correto. Também tem o torcedor, que comprou a ideia e apoiou o clube e o time nesta empreitada.

Estreou bem

O Santa Cruz se saiu bem na estreia diante do Guarani na Divisão de Acesso. Estrear num clássico nunca é fácil, serve como ponto extra de motivação para o grupo, mas também é preciso lutar para que esta mesma permaneça daqui para diante. É preciso dizer que houve evolução no time, mas também urge o técnico Helio Vieira ajustar o setor defensivo para que pare de levar gols. Um dos pontos fundamentais é você levar poucos gols e aproveitar as oportunidades.

Comoção nacional

A cirurgia no dedo mindinho do pé do Neymar virou uma comoção nacional. Também pudera. Trata-se de um dos principais jogadores brasileiros da atualidade e grande esperança na Copa do Mundo na Rússia daqui a pouco mais de três meses, e a participação dele virou uma incógnita.

O exemplo que vem do futebol

Quando se diz que o mundo do futebol é completamente diferente, não se está cometendo nenhuma inverdade. Vejam o ídolo colorado, D´Alessandro. Está, praticamente, com a vida ganha. Prestes a se aposentar, e poderia colocar seus burros n´água. Mas não, está fazendo curso para ser técnico e para tanto teve que concluir o Ensino Médio, o que acabou acontecendo esta semana. Que belo exemplo para os mais jovens. Estudo, qualificação, e busca por conhecimento nunca é demais. Mesmo para quem já está com a vida ganha, sempre é bom buscar novos conhecimentos. O mundo atual exige isso, em qualquer função ou atividade.

Perdeu a graça

O futebol perdeu a graça. Não se pode mais flautear ninguém. Imagine que domingo tem Gre-Nal e não se ouviu nenhum ai ainda. Esta semana teve um clássico Guarani e Santa Cruz e não houve provocação de lado a lado. Também não vejo a imprensa estimulando isso. É claro, que exageros precisam ser coibidos, mas são os editores que precisam estar de olho. Mas o futebol está perdendo a graça por causa disso.

Um grande abraço a todos e ótima semana!

PortalArauto
Avenida está a um passo da classificação ao mata-mata (EC Avenida/Divulgação)





Jacson Miguel Stülp

Jacson Miguel Stülp, jornalista de formação, especializado em Comunicação Empresarial e Marketing. Atua no meio do esporte há 20 anos como repórter, editor, setorista, assessor de imprensa e devorador de mídia esportiva. É autor, entre outras coisas, do livro Orgulho Centenário, que conta os 100 anos do FC Santa Cruz.




Copyright © 2016 Portal Arauto - www.portalarauto.com.br